Uma criança chorona é um dos maiores pesadelos de quem viaja de avião, confira 8 dicas para ficar de boa nessa situação

Quem tem o costume de viajar bastante de avião, seja a lazer ou a trabalho, sabe que uma das coisas mais irritantes que podem aparecer pelo caminho é uma criança chorando. Por causa disso, algumas empresas ao redor do mundo têm criado zonas childfree em seus voos - a ideia é simples, você paga mais caro para ficar em uma área da aeronave em que crianças são proibidas.

Uma criança chorando no avião é o pesadelo de muitos viajantes
shutterstock
Uma criança chorando no avião é o pesadelo de muitos viajantes

Que é uma situação chata, ninguém nega, mas crianças são seres de luz e não é tão difícil assim ficar de boa perto delas. Confira algumas dicas infalíveis para o seu voo ser o mais agradável possível!

Leia mais:  Dicas para viajar de avião com seu filho

Dicas para ficar de boa

1 Respire fundo: é essencial estar relaxado para ficar de boa, uma cabeça esquentada só dificulta o processo!

2 Entenda a situação: se para adultos fazer uma viagem já é cansativa, imagine para alguém tão jovem? Pense em todas as dificuldades, como fome, dor de ouvido , a saudade da Peppa Pig! E lembre-se, quando mais novo o indivíduo for, mais dependente do choro ele será pra se comunicar.

3 Interaja: Uma das suas opções é interagir com a criança. Brincadeiras, caretas e barulhinhos engraçados são boas dicas para distrair o bebê. Mas lembre-se, se a criança em questão não for sua, aja com cautela!

4 Tape os ouvidos: Use a tecnologia ao seu favor, seus fones de ouvido, seu celular (no modo avião, é claro) e aproveite para ouvir os últimos lançamentos de Maiara e Maraisa.

5 Durma: é só isso mesmo.

6 Se esconda no banheiro: uma boa opção é se trancar no banheiro e passar o voo meditando . Mas cuidado que isso pode despertar a ira de passageiros apertados!

7 Seja prestativo: não seja aquelas pessoas que ficam sentadas de braços cruzados reclamando da vida, faça algo! Ofereça ajuda aos pais da criança, eles estão tão incomodados quanto você com a situação.

8 Aceita que dói menos: às vezes a vida não nos dá soluções concretas e não nos resta nada além de sentar e aceitar, quem sabe até chorar um pouco, e ficar de boa com a criança e com o universo – pratique o Deboísmo!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.